banner

Pedra da Boca: Seu Tico não pode morrer!

Quem for à Pedra da Boca e não conhecer Seu Tico não conheceu a história contada por quem praticamente nasceu e vive até hoje na região. Ele mora dentro do Parque Estadual Pedra da Boca e é um grande conhecedor do parque, lugar lindíssimo de Araruna, com várias formações rochosas que nos mostra figuras variadas. Tem rochas com formato de caveira, de coelho, de peixe-boi e, a mais conhecida e que deu nome ao parque, a Pedra da Boca. Pois bem, estive recentemente por lá (em Araruna) para falar com Seu Tico (agendar a trilha com o pessoal da Expedição do Semiárido) e fiquei sabendo do infarto que quase o matou .

Ele tinha acabado de chegar de uma trilha com um grupo de turistas da Noruega. Foi quando eu me aproximei e notei o quanto Seu Tico estava magro, com aspecto cansado. E, ao indagar o fato ele me contou o susto que passou. Estava fazendo uma trilha com um grupo (ele trabalha como guia no Parque Estadual Pedra da Boca) quando sentiu uma forte dor no peito e muito cansaço. Ainda conseguiu terminar a trilha, com muito esforço, e só no dia seguinte foi procurar um médico que constatou a gravidade da situação. O médico quase não acreditou que Seu Tico tenha conseguido sobreviver ao grave infarto detectado nos exames. Foi submetido a uma cirurgia de imediato e hoje está aí para contar a história. Bem mais cuidadoso com a sua saúde, é bem verdade.

Seu Tico continua recebendo grupos, levando em trilhas pelo parque, mas não está mais fazendo escaladas nas pedras com grupos de rappel. A casa de Seu Tico virou ponto de apoio para desportistas que gostam de fazer trilhas, rappel, acampar, apreciadores da natureza. Mas, a falta de chuvas tem atingido também a região de Araruna e comprar água em carro-pipa tem sido a solução. Mas, pagar R$ 200,00 por carro-pipa não tem sido fácil para Seu Tico receber grupos por lá. Vamos torcer para chover na região. Aí, sim, a paisagem que já é bonita vai ficar mais linda ainda.

Com chuva ou sem chuva Seu Tico recebe todos com aquele sorriso aberto e franco e sem ele não tem sentido fazer trilha na Pedra da Boca. A história da região contada por outros não será a mesma. Por isso, digo e repito, Seu Tico não pode morrer.

Helda Suene